HomeNotíciasCiclo de preparação de funcionários para aposentação entra na recta final

Inaugurado edifício do posto de atendimento do INSS em Macate

Manica - (02/04/2024) - O distrito de Macate, província de Manica, já conta, desde a passada Segunda-feira, 01 de Abril, com instalações próprias, onde passará a funcionar o posto de atendimento do INSS, construído no âmbito da expansão territorial e aproximação dos serviços aos utentes do sistema de segurança social.

 

 

A cerimónia de inauguração do edifício foi presidida pelo Secretário de Estado na província de Manica, Fernando Bemane de Sousa, tendo contado, igualmente, com a presença da administradora distrital de Macate, Rosa Cararaza, do director da Justiça e Trabalho, Abel Henriques de Albuquerque, líderes tradicionais e religiosos, parceiros sociais, trabalhadores, pensionistas, dentre outros convidados.

 

Trata-se de um edifício erguido num terreno com a dimensão de 300m2 e uma área de 51m2, compreendendo um conjunto de infra-estruturas e serviços adjacentes, dentre eles um tanque com um reservatório de água com a capacidade de 2.500 litros e um grupo gerador com a potência de 1500KVA.

 

Discursando na ocasião, o Secretário de Estado em Manica enalteceu o gesto do Governo central, ao prover aqueles serviços para o distrito, realçando, por outro lado, que “no quadro da expansão territorial dos serviços do INSS estão em construção, à escala nacional, outras infra-estruturas, incluindo naquela província do centro do país, entre postos de atendimento, delegações distritais e provinciais, visando criar condições de atendimento e de trabalho condignas, tanto para os utentes do sistema, como para os funcionários, respectivamente”.

 

Refira-se que o distrito de Macate tem inscritos, até à data da inauguração deste posto de atendimento, 26 contribuintes (empresas ou entidades empregadoras), 498 beneficiários (trabalhadores), 60 trabalhadores por conta própria, para além de assistir 08 pensionistas, nas diferentes categorias, ou seja, de velhice, invalidez e por sobrevivência.

 

 

Go to top